segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Uma gaja bem tenta dar o exemplo...




Uma gaja sabe que tem dentro de si uma criança eterna quando estamos alapadas com o ceirão na cadeira do dentista e a nossa cria nos segura na mão e diz:




- Vai correr tudo bem, mamã! Senhor Doutor, coitadinha da minha mamã...




E de seguida, faz olhinhos cegos ao facto de parecermos um hamster no processo de mastigação e remata:




- Não se nota nada! Portaste-te tão bem mamã, que te vou levar ao shopping para almoçarmos!




E lá fomos, eu a desfilar a minha bochecha desfigurada, e ela a dar-me a mão...