segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O ancestral método do atira ao ar

Nos meus tempos de estudante, e sempre que a nota de um teste não correspondia às nossas expectativas, havia duas hipóteses:
a) o professor era mau;
b) o professor tinha atirado os testes ao ar e a valoração dos mesmos dependia do local da queda do teste.
Fazendo a analogia para o tempo que corre: desconfio que há chefes que têm uma costela de professores...

2 comentários:

Pedro Barata disse...

Claramente que sim!!! Gostei do teu blog. Muito fixe. Se quiseres passa pelo meu também, serás bem-vinda.

Bjinhos

Donnola disse...

nem me fales nisso lol