segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Sabia bem era não pensarem na trilogia....


E quando uma gaja pensa que o Pingo Doce não pode fazer pior anúncio, eis que senão quando é lançado esse maravilhoso portento da publicidade internacional, com zero de tudo.



Mas que ataque de sem-noção terá dado ao publicitário e que diarreia cerebral se terá acometido da pessoazinha que aprovou tal chungaria???? Há mínimos, pessoal!



Vão para dentro, vão, que o frio está a fazer-vos mal....

11 comentários:

Adérito, o tasqueiro disse...

Quanto ao pingo doce e aos seus anúncios de merda, penso que deveria ser totalmente eliminados e proibidos.

Tenho dito.

Saudações Tasqueiras.

Tio do Algarve disse...

Pois olha, eu também não gosto...
Mas que funciona, funciona :)
A quantidade de pessoas que conhece este anúncio e o liga à marca Pingo Doce é fantástica!
bjs

Piloto Automatico disse...

Eu hoje em dia é mais é minipreço...

Amelie disse...

lol Se calhar é um exemplo de um mau profissional. O problema é que toda a gente dá por isso menos a pessoa que o contratou! lol

Vitor disse...

Bom carnaval…escrevendo sátiras a quem de direito!

Bj*

Manias e Feitios disse...

Uma coisa é certa, os anúncios são do pior que há, mas que as canções "ficam no ouvido" ficam... o que se pode tornar ainda mais irritante porque se ouve muitas pessoas a cantarolar aquilo!
é deprimente!

Anónimo disse...

Infelizmente a trilogia já cá está... É que o simples cantarolar de um galo deixou de ser o que era --'

Chandni disse...

E agora o franguinho cocoroco... --'

Nelson Soares disse...

Mesmooooo!!!


E o pior é encontrar milhentas pessoas no autocarro ou no comboio a cantarolar essa "Diarreia"...


Jesus!


Stay Well

Vitor disse...

Estás ao mais alto nível...e porque não seres tua publicitária,em vez dos acéfalos de tal publicidade ;-)

Bj*

Nelson Soares disse...

Mesmo! Odeio o carago dos anuncios... Mas parece que a publicidade em geral se está a tornar num verdadeiro antro de momentos insólitos e enervantes. Vai uma sandes com barulho?